Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'Autoridades e Revolução Cognitiva'

Versão 1.0 – 04/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Comecei faz pouco tempo a discutir e associar os conceitos monoteísta e politeísta ao mundo […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 03/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Aviso: este post é ainda especulativo e ainda está em uma linguagem muito cifrada, mas […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 28/08/2013 Quando somos surpreendidos por um novo fenômeno relevante na sociedade temos, antes de tudo, que analisar duas coisas: 1- é novo, já aconteceu, ou é inusitado? 2- se aconteceu, quando, de que forma e o que pode ser de similar no que temos hoje? 3- quais desdobramentos tivemos no passado e […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 20/08/13 Ao longo dos protestos de junho de 2013, a mídia brasileira recorreu fortemente a dois pensadores internacionais: Lévy e Castells. Hoje (20/08), o Valor publica uma página inteira sobre o novo livro de Castells: “Redes de Indignação e Esperança – movimentos sociais na era da internet”. Qual é a diferença entre […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 14/08/13 A construção de conhecimento atual é compatível com o ambiente cognitivo em que vivemos. A produção é vertical e todo a certificação social daquilo que você conhece algo é dada por uma dada autoridade dentro de uma dada organização, através de um dado documento. Muitos dirão que é assim que deve funcionar, […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 14/08/13 Podemos dizer que o ser humano atua em sociedade, tendo como base um triângulo de três vértices como vemos abaixo: De forma simplista podemos dizer que:   Informação – o conjunto de atividades necessária para que possamos tomar decisões; Relacionamento – o conjunto de atividades que nos permite a socialização; Produção […]

Read Full Post »

Versão 1.1 – 13/08/13 Uma das coisas que mais me incomoda no mundo atual são os falsos-gurus. Note que os livros, congressos, “teorias” que temos hoje são quase sempre americanas, principalmente na área de negócios, que partem da intuição e não de um método de análise, de uma teoria. Nada contra se sempre desse certo, […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 12/08/13 Tenho tentando reconstruir nossa visão da sociedade, da história, da filosofia e do mundo, a partir da Antropologia tecno-cognitiva, que amplifica o poder das tecnologias cognitivas no ser humano. Vamos, a partir disso perceber que a produção do conhecimento varia, de intenções conforme o momento de consolidação – ou diapasão da […]

Read Full Post »

Apresento o quadro abaixo, que, na verdade, não tem muita coisa de nova, mas é importante definir uma visão de como as relações de interdependência funcionam em uma dada sociedade, a partir da nova visão antropológica tecno-cognitiva sempre com graus, níveis e taxas e como variam, a partir do controle das ideias e do tempo […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 09.08.2013 Quais são os problemas prioritários em uma sociedade? Problema é a base de tudo. Há um problema, estuda-se, trabalha-se para resolver. Mas quais problemas entrarão na roda das prioridades? Uma sociedade, como tenho dito é um conjunto de autoridades, que cuidam das organizações, que escolhem e resolvem determinados problemas. Há uma […]

Read Full Post »

 Versão 1.0 – 30/07/2013 A ideia do filósofo Martin Heidegger do ser autêntico e inautêntico é relevante nesse momento. Para ele, assumir nossa finitude/morte, nos faz ver o mundo de forma distinta. Nos faz perceber que os condicionamentos que nos submetemos são efêmeros diante da perspectiva da morte e nos torna seres mais autênticos, quando procuramos […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 29/07/2013 Toda a estrutura social cria seu modelo de autoridade, que cria suas organizações e o modelo de validar a verdade e quem as profere. Todos que desejam ter “credibilidade” precisam ser “carimbados” pelas autoridades de plantão que fecham os canais de distribuição de ideias. Qualquer canal alternativo é invalidado, pois não […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 29/07/2013 Na guinada de pensamento provocado pela antropologia cognitiva, percebemos que a história humana é feita de rupturas de ambientes de circulação de ideias. Há um movimento de controle e descontrole das ideias, em função do surgimento de uma nova tecnologia cognitiva reintermediadora e o não conhecimento da mesma pelas autoridades de […]

Read Full Post »

  “Todo filósofo vem combater as regras impostas pelas autoridades de plantão” Toda a sociedade humana precisa se estruturar em organizações e estas produzem autoridades, que a governam. Não haverá sociedade humana sem autoridades. Podemos ter uma revolução socialista democrática no mundo e lá estarão as novas autoridades, escolhidas de uma determinada maneira e sendo […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 24/07/2013 Se houver erros no texto, ajude, comentando. Este blog é apenas um rascunho compartilhado. Não haverá na espécie humana uma sociedade sem autoridade. Do Wikipédia (pai dos burros digitais): Autoridade é um gênero ou uma simples fonte de poder. É a base de qualquer tipo de organização hierarquizada, sobretudo no sistema político. É uma espécie […]

Read Full Post »

Versão 1.1 – 23/07/2013 Quando Moisés desceu com os 10 mandamentos debaixo do braço, encontrou seu povo adorando o bezerro de ouro. Quando Lutero releu criticamente a bíblia e resolveu interpretá-la de forma diferente da Igreja, viu que os santos não faziam sentido. A Reforma Protestante, a partir de 1500, na Alemanha, promoveu a destruição […]

Read Full Post »

Vejam trilha de vídeo que fiz sobre este assunto: Siga a trilha completa aqui. Faz tempo que procuro achar uma representação para mostrar a diferença de concepções sobre algumas visões sobre o mundo que estamos entrando. O ponto básico, teórico, é exatamente qual é o fator social que nos impulsiona a ter macro-mudanças na sociedade […]

Read Full Post »

Viver é inventar-se: inventar sua vida, sua função no mundo, sua presença – Ferreira Gullar. Versão 1.0 – 14 de março de 2013 Rascunho – colabore na revisão. Replicar: pode distribuir, basta apenas citar o autor, colocar um link para o blog e avisar que novas versões podem ser vistas no atual link. Veja bem a foto acima. É […]

Read Full Post »