Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'A = Canal do Youtube'

 “Aqueles que não podem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo” – George Santayana. Há duas abordagens sobre a Internet, se formos trabalhar com teorias distintas. As que partem do estudo do presente pelo presente e chegam a diversas conclusões; As que partem do estudo do passado para entender o presente e também chegam a diversas […]

Read Full Post »

Acho que este é o tema central filosófico dos dois lados do pêndulo cognitivo. Atualizei aqui o mapa de tendências em ambos movimentos. Essa visão filosófica explica bem o fenômeno da percepção alienada. Quando analisamos o mundo de fora, como se fosse um objeto, no fundo, estamos nos colocando como outro objeto. Como se fosse possível […]

Read Full Post »

Foi Clay Shirky que produziu essa frase maravilhosa. “Nós filtrávamos para publicar e agora publicamos para filtrar”. Acredito que é a síntese da passagem da contração para a expansão cognitiva e da forma que criaremos a percepção de mundo e tomaremos decisões no século XXI. Note que antes tínhamos poucos canais e muita gente. Vivíamos a escassez […]

Read Full Post »

Filosofar é uma atitude. Diria um verbo. Aquele que ama a verdade e a procuro em todo o lugar. Ser um caçador de verdades é uma ação e não um substantivo. Sou caçador enquanto caço, ou melhor, enquanto procuro a mentira, pois quem caça a verdade, no fundo, é um caçador de mentira. Filosofar é, assim, […]

Read Full Post »

Vi dois vídeos separados no tempo e na ideologia. Um é de Olavo de Carvalho, intelectual dito conservador: Outro de Millor Fernandes, intelectual dito anarquista: Se você tiver paciência de ouvir os dois, verá que há algo em comum entre eles. Usam várias vezes os adjetivos de “burros” e “idiotas” para classificar pessoas e sempre […]

Read Full Post »

Tenho percebido que há um movimento circular na história da produção de percepções, que se modifica nos movimentos de expansão e contração cognitiva. Identifico, como iniciei a discussão aqui, três momentos: – Grécia – pós alfabeto; – Europa –  pós prensa; – Mundo – pós Internet. Note que é um movimento pendular de uso continuado […]

Read Full Post »

Os “trolls” eram aqueles que conseguiam perturbar as discussões, lançando, para isso, argumentos estúpidos, sem o intuito de acrescentar algo realmente de valor (ver mais aqui). Trollar é monologar onde se quer diálogo. É só ter verdades e nunca dúvidas. Trollar é ser dogmático na Internet. Obviamente, que temos os trolladores presenciais também, mas vê-se […]

Read Full Post »

Como vimos aqui, temos que fazer um resgate da história da filosofia. Nossa revisão passa pelo cruzamento do processo de contração e expansão cognitiva, que tem forte influência nas escolas filosóficas, em dois movimentos: de perda da força dos argumentos e de uma verdade de melhor qualidade (na expansão) para a baixa dos argumentos e uma […]

Read Full Post »

O certo e o errado precisam de um gabarito. Todo o modelo da sociedade hoje, iniciando fortemente pela escola, aponta um gabarito, que não existe mais em um mundo polivox. Você faz uma prova, na qual há uma verdade construída e que você deve ser capaz de conhecê-la. Se você acertar a resposta, está certa, pois […]

Read Full Post »

Sugiro ouvir esta palestra que fiz no Colégio Pedro II. A base da discussão é Sartreana. “Você é aquilo que consegue ser, apesar do que fizeram contigo”. Ou seja, não há desculpas. Você pode ter sido abusado pela sociedade, que te domesticou de forma agressiva, ou não, mas tem que assumir que agora é contigo. […]

Read Full Post »

Desenvolvi aqui a ideia do triângulo do conhecimento. Note como ele funciona em dois vídeos. Aqui temos a apresentação do ser humano como condenado à liberdade, um ser sem essência, sem nada que o sustente no mundo, questionando tudo que veio da sociedade: VISÃO FILOSÓFICA Quando vemos este vídeo de baixo, temos a aplicação teórica-prática […]

Read Full Post »

Popper defendia que uma boa teoria é aquela que permite que seja questionada e não aquela que parece sólida e imutável. Eu faria uma tradução disso para afirmar, depois de um certo tempo, que conhecer é desconstruir o conhecido. O que sobrar, temporariamente, é a verdade transitória. Ninguém trabalha com uma hipótese do nada, mas vai […]

Read Full Post »

Quando falamos de ética (tema que agora adotei no meu módulo de conscientização para a migração para o mundo digital), vem o tema felicidade, na sequência, veja aqui neste vídeo do filósofo Clóvis de Barros Filho. E note que estamos tratando felicidade não como auto-ajuda, mas tentando problematizar com algumas questões filosóficas. Se te ajudar, […]

Read Full Post »

Este vídeo é importante para pensar sobre o assunto: (Este texto fará parte de um dos temas da minha palestra hoje sobre ética e meios digitais no Colégio Pedro II.) Normalmente, vemos o ódio como algo que não existe. A família, a escola, a sociedade são boas, não abusivas, e nós não temos motivo para […]

Read Full Post »

Comi disse aqui, todo estudo aprofundado acha o anzol da filosofia. Vou tentar mostrar como cheguei a isso. Note que ao procurar as causas de um fenômeno, naturalmente vamos cair nas potências e impotências humanas. Se eu quero entender como o ser humano é impactado por mudanças cognitivas, indo mais fundo eu preciso discutir e […]

Read Full Post »

Eis o triângulo do conhecimento: (Recomento ler mais sobre este assunto nessa discussão sobre dicotomia entre teoria e prática.) (E esse sobre a anatomia das teorias.) (Ver uma aplicação prática na comparação de dois vídeos, aqui.)     Podemos dizer que cada patamar discute questões distintas, a saber: Filosofia – o que eu posso conhecer? E quem […]

Read Full Post »

Comecei de baixo, mas a filosofia me achou. Ou melhor, eu achei a filosofia. Note que a filosofia, já disse isso aqui, é o último armário do saber humano. Fica lá no fundo da casa e está lá para ser usado nas grandes crises. Filósofo é aquele que resolve estudar assuntos que não interessam a ninguém do […]

Read Full Post »

Desaprendemos a conversar. Isso é um fato real e concreto que aprendi ao longo dos últimos sete anos com meus mais de mil alunos e na vida do dia a dia no uso cotidiano de tentativa de diálogo nas diferentes mídias sociais sociais que uso (Facebook principalmente). Era Aristóteles que dizia que conhecer é se […]

Read Full Post »

Moral é o que a sociedade ou o grupo que você está inserido acha que é a sua postura adequada. A moral pode já ser uma lei, ou não. Ética é o que você considera adequado, apesar da moral. A moral, geralmente, já é um menu pronto a ser seguido. Porém, há situações de moralidade […]

Read Full Post »

Hoje, vivemos um momento de questionamento das verdades e da moral vigente. Há uma macro-canalização humana e muita gente questiona o direito de alguém de fora do ciclo dos certificadores da verdade poderem expressar suas opiniões. Aí surge a acusação negativa da arrogância, que é vista, conforme o Wikipédia abaixo:  Arrogância é o sentimento que […]

Read Full Post »

  A coisa mais fácil do mundo ao vermos algo extremamente violento é atribuirmos aquele gesto a não-humanidade. Algo fora da nossa espécie. Inaceitável. É bom colocarmos como algo DE FORA, pois tira de nós o espelho do que nós podemos também fazer em menor escala, ou em situação similar. Conforme nos mostrou Hannah Arendt […]

Read Full Post »

(Aviso: não acho que os conceitos do Espinoza possam ser usados de forma integral hoje em dia, o exercício aqui é apenas para fazer a ponte entre a discussão atual sobre inovação e ideias tão antigas, que, com ajustes, se mantêm completamente atuais.)     Achei bem interessante este vídeo para pensarmos a inovação. Note […]

Read Full Post »

(Lacanianos de plantão, o conceito de grande outro aqui não é o de Lacan!) Um dos pontos centrais a ser enfrentando no pós-ditadura cognitiva é o nosso ego infantilizado. Há vários problemas decorrentes desse ego pouco musculado. Um das principais que batalho dentro de mim e com meus alunos é a luta inglória pela aceitação […]

Read Full Post »

Fizemos uma boa discussão da diferença entre ética e moral em sala de aula na preparação da equipe do Laboratório de Inovação Colaborativa Digital – Linc – da IplanRio. Ver o vídeo aqui. Temos dificuldade de entender a diferença enter ética e moral. Moral é o que a sociedade aceita como correto. Ética é a […]

Read Full Post »

(Vou fazer uma palestra no Colégio Pedro II mês que vem e esse é um papo preparatório.) Podemos, como vimos aqui, ver que ética é um trabalho individual de cada um de pensar suas atitudes em relação ao mundo. Peguemos um exemplo prático. No Brasil, até o final do século XIX, a escravidão era moralmente […]

Read Full Post »

Discuti aqui minha experiência com aulas participativas e agora quero falar da mudança da relação do professor com o seu ego. Acredito, apesar de ainda ser um estudante iniciante da psicanálise, que o ego é um regulador entre o Id (o que queremos fazer) e o Superego (o que não podemos fazer). Duas palestras me […]

Read Full Post »

Há sete anos ministro aulas participativas. Acredito que passei dos mil  alunos em sala de aula com turmas menores e grupos de estudos presenciais ou pela Web. E dos 5 mil se for somar palestras em que participação não é tão intensa ou continuada. O que é uma aula participativa? Uma roda de alunos, na […]

Read Full Post »

Desconfie de qualquer um que fale da natureza humana. Se existe algo que o ser humano não é, é natural. Somos uma espécie cultural, que tem a capacidade de reinventar a sua própria natureza. Agora, com as mudanças genéticas ainda mais. Poderão dizer que há coisas que não podemos mudar, tal como comer, reproduzir, beber, […]

Read Full Post »

Vi este vídeo: Este é um vídeo importante, pois abre um novo leque de reflexões. A base de defesa de Oswaldo Giacóia é de tudo que fazemos está baseada no medo. Tudo que nos dá medo é mal. E a história do homem e das ciências, da religião é baseada no medo. Se tememos o […]

Read Full Post »

Por que na crise agarramos filosofia? A filosofia é o amor à sabedoria. É a dedicação de alguns malucos, com alta taxa de abstração, a temas permanentes e relevantes da espécie. É uma espécie de última estante de um longo corredor de uma biblioteca, na qual precisamos ir para resolver crises “irresolvíveis” ou resolvê-las mais […]

Read Full Post »

Conceitos são a células onde estão embutidos os códigos genéticos da teorias e das filosofias. Tivemos uma boa discussão no laboratório de inovação colaborativa digital da IplanRio esta semana. O debate girou em torno de dois conceitos. Linguagem na Internet e mundo virtual. Muitos dirão que discutir conceitos é perda de tempo, pois não tem […]

Read Full Post »

Diria que o novo paradigma da filosofia cognitiva come tudo que é discussão sobre conhecimento. Peguemos Kant sobre o seu texto clássico “O que é o iluminismo/esclarecimento?”. O ser humano teria a menoridade e a maioridade, com o uso, ou não da razão. Mas como pensar o conhecimento, já com alguns séculos depois sem falar […]

Read Full Post »

A não presença da Internet estava nos desumanizando! Ouvi três palestras recentemente de pessoas que admiro, mas que as três defenderam que a Internet cria, com escalas diferente, algo virtual. São eles: Marcelo Gleiser, Marilena Chauí e Sílvio Meira. Cabe a filosofia problematizar o que não está devidamente problematizado. Lévy escreve um livro inteiro sobre […]

Read Full Post »

Importando a discussão de ética bem sintética do Mario Cortella, do vídeo abaixo, vou aplicá-la à tecnologia.   Podemos dizer que temos três estágios ao se desenvolver uma tecnologia: Quero – uma tecnologia que resolva uma dada limitação, clonar, por exemplo; Posso – consigo desenvolver essa tecnologia e começar a clonar outros seres humanos; Devo […]

Read Full Post »

Do que tenho estudado, posso dizer que, ao contrário do senso comum, quanto mais tecnológico somos e formos mais humanos seremos. Tem muita gente que fala de tecnologia e não é filosofo. E tem muito filósofo que não gosta de falar de tecnologia (com algumas exceções, tal como Marx e Heidegger). A filosofia tem como […]

Read Full Post »

Fiz aqui um mapa que resumo o que vi nestes últimos meses de estudo intenso sobre o tema:   Nem sempre uma se relaciona com a outra, mas qualquer pensamento pode se enquadrado e ser analisado, a partir destes itens. Se você acredita em vida após a morte, a sua atitude ética vai ser influenciada […]

Read Full Post »

Um filósofo, no fundo, é um garimpador daquilo que dura mais tempo!  Filosofia trata problemas do humano no atacado. Filósofos profundam temas sem ninguém ter encomendado. Ficam lá com suas ideias abstratas na prateleira para uso nas grandes crises, sejam elas micros (localizadas) ou macros (generalizadas). Ficam lá esperando, pois procura-se o que é mais […]

Read Full Post »

Uma solução nunca vale para o mesmo problema, pois o problema sempre muda, bem como a solução, por isso só o diálogo salva. 😉 O maior desafio que teremos neste próximo século é resgatar nossa capacidade interativa. Vivemos a crise da ditadura cognitiva que nos colocou com um déficit interativo. Não conseguimos interagir, pois não […]

Read Full Post »

A espécie humana se dedica a reduzir sofrimentos. Tudo que fazemos vai nessa direção. Essa, aliás, é a ética que podemos ter: agir para reduzir o nosso, evitar criar para os outros e, quando possível, atuar para reduzir o de alguém.   Podemos ver na figura abaixo como a base da espécie humana é tratada pela sociedade. […]

Read Full Post »

Pós-modernismo ou modernismo? Nenhum dois dois. Setebilhionismo. (Ou podemos chamar de pós-modernidade ou setebilhionidade). E seria a setebilhionidade cognitiva digital, pois é condicionada pela nova tecnologia que aponta. E temos como novidade aqui vivermos isso dentro de um ambiente econômico capitalista republicano. Por que podemos falar nesse espírito do tempo? somos uma tecno-espécie; quanto mais […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 27/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. A base de todas as decisões que tomamos na vida em todos os campos passam […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 26/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Tabela inicial ainda em desenvolvimento:  

Read Full Post »

Versão 1.0 – 20/09/2013 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação.  O objetivo da filosofia é discutir os limites do ser humano. Sua onipotência, potência e impotência […]

Read Full Post »

(Discuti mais a abordagem de problemas ao invés de assuntos, aqui.) E o papel do filósofo aqui. Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação.  O que […]

Read Full Post »

Vou deixar o post abaixo sem modificação, mas já coloquei um programa novo no meu celular é o Tubemate, que é bem superior ao You2load, melhorias que percebi: 1- permite até 4 downloads simultâneos; 2- baixa em pedaços, o que facilita se houver alguma interrupção; 3- incorpora a lista de reprodução como lista para baixar, […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 11/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Nos estudos que tenho feito sobre filosofia é interessante notar que a história da filosofia […]

Read Full Post »

Versão 1.2 – 24/09/2013 (original: 12/09/13) Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Como vimos neste post,  a forma como construímos a verdade é a espinha […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 11/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Sequência deste post. Vimos que há dois tipos de crises, as conjunturais, passageiras, que não […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 09/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. É comum trabalharmos com os absolutos, ainda mais agora no fim da etapa de decadência […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 06/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. A notícia é antiga, mas é uma forte tendência:   Vocês vão me perguntar por […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 04/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Comecei faz pouco tempo a discutir e associar os conceitos monoteísta e politeísta ao mundo […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 03/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Aviso: este post é ainda especulativo e ainda está em uma linguagem muito cifrada, mas […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 03/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Tenho feito um exercício com todos meus alunos logo no início das aulas sobre o […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 03/09/13 Colabore revisando, criticando e sugerindo novos caminhos para a minha pesquisa. Pode usar o texto à vontade, desde que aponte para a sua origem, pois é um texto líquido, sujeito às alterações, a partir da interação. Estive lendo o novo livro do Castells sobre as manifestações. “Redes de indignação e esperança […]

Read Full Post »

Veja as palestras recentes nesta página do meu canal do Youtube.  

Read Full Post »

Versão 1.0 – 29/08/13 Ontem, fiz mais um interessante exercício da diferença de percepção e realidade com os alunos da Veiga. (Veja o vídeo completo aqui.) Há uma intoxicação Matrixiana (o filme Matrix detalha bem), no qual se apresenta o extremo da  invisibilidade das interpretações. O filme se passa em um período que vou chamar […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 28/08/2013 Quando somos surpreendidos por um novo fenômeno relevante na sociedade temos, antes de tudo, que analisar duas coisas: 1- é novo, já aconteceu, ou é inusitado? 2- se aconteceu, quando, de que forma e o que pode ser de similar no que temos hoje? 3- quais desdobramentos tivemos no passado e […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 20/08/13 Ao longo dos protestos de junho de 2013, a mídia brasileira recorreu fortemente a dois pensadores internacionais: Lévy e Castells. Hoje (20/08), o Valor publica uma página inteira sobre o novo livro de Castells: “Redes de Indignação e Esperança – movimentos sociais na era da internet”. Qual é a diferença entre […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 19/08/13 (continuando reflexões iniciadas aqui.) Não sei se sabem, mas ando fazendo meu pós-doc em filosofia na Youtube University, a melhor escola já inventada em todo o mundo. 🙂 Vou flanando, conforme interesses, com meu problema relevante como meu guia (Internet/causas/consequências e atitudes mais eficazes?). Assim, baseado nesse trilho tenho crescido muito, […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 17/08/12 (Depois de um papo com Ricardo Ribas) A epistemologia estuda a origem, a estrutura, os métodos e a validade do conhecimento, motivo pelo qual também é conhecida como teoria do conhecimento (tirei daqui.) Existem várias polaridades nessa discussão e vou destacar algumas. Dos fatos/experiências para as ideias ou das ideias para […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 15/08/13 A base de criação de espaços de diálogo em ambientes de conhecimento exige, antes de tudo, que a verdade absoluta seja questionada. Temos uma tradição das escolas religiosas pós medievais que criaram a filosofia das atuais, na qual há uma verdade inquestionável que vem de cima, de Deus, e que as […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 15/08/13 Continuação da discussão anterior. É bom destacar aqui que uma narrativa e a tentativa de diálogo não são feitas sem contexto. Abaixo detalho o que acredito que está “voando na sala” em um determinado ambiente quando quer se discutir uma dada narrativa. Note que uma narrativa, que analisa determinado fenômeno não […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 15/08/13 Vou tentar iniciar uma reflexão sobre a nossa dificuldade de dialogar, principalmente quando tratamos de discutir filosofias/teorias/metodologias sobre fenômenos. Tudo começa com uma narrativa. Narrativa é a abordagem de alguém – ou de um grupo – sobre determinado fenômeno. A narrativa é pensada/construída diante de dois fatores: Agentes inativos  – dos […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 14/08/13 A construção de conhecimento atual é compatível com o ambiente cognitivo em que vivemos. A produção é vertical e todo a certificação social daquilo que você conhece algo é dada por uma dada autoridade dentro de uma dada organização, através de um dado documento. Muitos dirão que é assim que deve funcionar, […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 14/08/13 Podemos dizer que o ser humano atua em sociedade, tendo como base um triângulo de três vértices como vemos abaixo: De forma simplista podemos dizer que:   Informação – o conjunto de atividades necessária para que possamos tomar decisões; Relacionamento – o conjunto de atividades que nos permite a socialização; Produção […]

Read Full Post »

Versão 1.1 – 13/08/13 Uma das coisas que mais me incomoda no mundo atual são os falsos-gurus. Note que os livros, congressos, “teorias” que temos hoje são quase sempre americanas, principalmente na área de negócios, que partem da intuição e não de um método de análise, de uma teoria. Nada contra se sempre desse certo, […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 12/08/13 Tenho tentando reconstruir nossa visão da sociedade, da história, da filosofia e do mundo, a partir da Antropologia tecno-cognitiva, que amplifica o poder das tecnologias cognitivas no ser humano. Vamos, a partir disso perceber que a produção do conhecimento varia, de intenções conforme o momento de consolidação – ou diapasão da […]

Read Full Post »

Apresento o quadro abaixo, que, na verdade, não tem muita coisa de nova, mas é importante definir uma visão de como as relações de interdependência funcionam em uma dada sociedade, a partir da nova visão antropológica tecno-cognitiva sempre com graus, níveis e taxas e como variam, a partir do controle das ideias e do tempo […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 09.08.2013 Quais são os problemas prioritários em uma sociedade? Problema é a base de tudo. Há um problema, estuda-se, trabalha-se para resolver. Mas quais problemas entrarão na roda das prioridades? Uma sociedade, como tenho dito é um conjunto de autoridades, que cuidam das organizações, que escolhem e resolvem determinados problemas. Há uma […]

Read Full Post »

Versão 1.0 – 08/08/13 Se analisarmos diversos filósofos a briga é aonde colocamos o diabo. Em todos há uma luta surda entre a mentira e a verdade, a luz e as trevas, o bem e o mal. Ou como Freud gostava: o instinto de vida e de morte. Quando Marx nomeia os burgueses como inimigos, […]

Read Full Post »

Older Posts »