Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'Antigas'

O ser humano é a única tecno-espécie do planeta. Somos tecnicamente naturais e naturalmente técnicos. Optamos pela tecnologia como um diferencial competitivo. E somos os únicos que alteramos nossos códigos de comunicação, conforme aumentamos a nossa complexidade demográfica. A cultura até o século XXI foi marcada pelos códios orais, escritos e eletrônicos. Eram códigos que, pelas suas […]

Read Full Post »

 “Aqueles que não podem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo” – George Santayana. Há duas abordagens sobre a Internet, se formos trabalhar com teorias distintas. As que partem do estudo do presente pelo presente e chegam a diversas conclusões; As que partem do estudo do passado para entender o presente e também chegam a diversas […]

Read Full Post »

Somos diferentes culturalmente em vários aspectos, mas também somos COGNITIVAMENTE.Uma pessoa que viveu sua vida na oralidade terá um Modelo Mental diferente de quem viveu no mundo baseado na escrita que será diferente do pessoal que agora está até o pescoço no digital. O cérebro se adapta a cada um destes ambientes, como defendi aqui, […]

Read Full Post »

Hierarquia é a ordenação de elementos em ordem de importância. Muitos defendem que acabou a hierarquia no mundo Digital. Discordo. Note bem a definição. Ordenação de importância. O problema no mundo e na evolução cultural e política da sociedade é de que deve haver uma taxa MUITO maior de meritocracia na ordem de importância. Estamos saindo […]

Read Full Post »

Um Modelo Mental é a expressão viva das mudanças da plástica cerebral. Ver mais esta relação neste post. A plástica cerebral é moldada TAMBÉM e fortemente pelas Tecnologias Cognitivas. Temos uma Inteligência Artificial, que se sofistica, conforme mudam e se sofisticam as tecnologias cognitivas. Não teremos em um momento da história um único Modelo Mental, […]

Read Full Post »

Comecei neste post, outra linha de abordagem sobre como podemos revisar como pensamos o ser humano e como produzimos cultura.  O que podemos começar a dizer que estamos tateando é que nossa espécie tem mudanças profundas e consistentes, mas que NEM TODAS ELAS  são provocadas por fatores culturais. Hoje, é comum dizer que a espécie […]

Read Full Post »

Amanhã começa a Copa. Onde? No Brasil. Em que Brasil? Há uma crise no país, como no mundo, de representação. Aqui temos três países em paralelo: – os orais – que querem uma monarquia; – os escritos – que querem melhorias na República; – os digitais (que foram às ruas ano passado) que querem algo […]

Read Full Post »

Como podemos avaliar quanto uma organização será impactada pelo digital? Temos que aplicar o Cálculo do Futuro. O grande impacto da Cultura Digital nos negócios (note que não falo de tecnologias, mas de cultura) é a possibilidade da criação de Reintermediação a baixo custo. Ou seja, estabelece-se como possível a troca, com alta taxa de confiança […]

Read Full Post »

Toda o estrategista trabalha com uma fórmula de cálculo do futuro. O cálculo do futuro é um algoritmo, mais ou menos sofisticado, que: – analisa as forças; – estabelece relações entre elas; – pontua as principais (ou a principal) e as secundárias; – gradua os contextos; – e a relações entre forças e contexto. Algo […]

Read Full Post »

Estou atendendo um cliente na área privada para aprofundar o que seria a cultura digital. A grande mudança que temos para a área de negócios com a chegada das Mídias Participativas é a introdução de uma nova possibilidade de confiança nas trocas. Podemos até em falar na Confiança Digital. Podemos partir da seguinte premissa: – o […]

Read Full Post »

Este vídeo é impactante e eis uma análise sobre ele: O que as crianças querem? Ser felizes quando crescer. Serem amados pelos que eles são. Nós não estamos aprendendo a ser felizes e saudáveis. Isso não é prioridade da escola. Por que ser feliz e saudável não é uma prática a ser aprendida na escola? […]

Read Full Post »

Ser aplicarmos a Antropologia Cognitiva no Brasil, vamos ter três países: – O Modelo Mental Oral – que não sabe ler, pouco lê e não consegue se expressar, via texto, reforçado pelo rádio e a televisão que o mantém no mesmo lugar; – O Modelo Mental Escrito – que lê; – E o Modelo Mental […]

Read Full Post »

Estamos vivendo a primeira grande crise da Rede. O não apoio ao Governador de São Paulo cria um impasse no que vinha caminhando, aparentemente com uma certa lógica. 1) do movimento a partido: 2) de partido à coligação. Mas qual foi o objetivo de criar o partido e a coligação? Criar algo novo. Uma rede, […]

Read Full Post »

Tenho experimentado o Facebook para promover um tipo de curso, que chamei de Campeonato Cognitivo. Uma figura que procura reproduzir o modelo segue abaixo: O modelo se encaixa, pois aqui quero trabalhar com eles os meus principais conceitos. Meu objetivo é a cada semana problematizar um deles, com dois objetivos: – marcar um debate e […]

Read Full Post »

Os professores que dão aulas analógicas e verticais não têm este problema. Este problema vai surgir para a nova geração que tentará trabalhar com aulas participativas. Aulas participativas só fazem sentido quando focadas em problemas, pois assuntos não são passíveis de participação. Um professor de aula participativa é um difusor de uma determinada teoria e […]

Read Full Post »

Aqui vamos discutir algo geral das ciências e apoio para pesquisadores e críticos ao se deparar com fenômenos. Note que temos três momentos no desenvolvimento de análise de um dado problema, como vemos abaixo:   Toda teoria, a princípio, visa chegar a um dado tratamento. Conhece-se para mudar ou se relacionar melhor com os fenômenos […]

Read Full Post »

Vejam o quadro: Falo mais depois.  

Read Full Post »

Dogmatismo não é apenas pensar  dentro de determinados limites. É agir dentro destes padrões. Quando se imagina uma interação, em que pessoas se encontram para trocar, supõem-se que as duas partes estão dispostas a mudar alguma coisa na sua forma de pensar e agir, a partir de um argumento ou uma informação passada pelo outro. […]

Read Full Post »

A “verdade” é uma procura humana pela segurança. Quando uma verdade, digamos, é mais próxima dos fatos, ajuda a tomar decisões de melhor qualidade. Boas verdades, sempre entre aspas, são melhores do que mentiras ou verdades de baixa qualidade. Uma “verdade” de melhor qualidade é aquela que se aproxima melhor do problema, permitindo minimizá-lo com […]

Read Full Post »

Note que o primeiro ato de uma ditadura é fechar os canais de circulação de ideias e impedir reunião de pessoas. Quando o poder precisa se fechar e centralizar, impede que as pessoas conversem. Há uma relação entre o adensamento versus o isolamento. Isso acontece em movimentos do Pêndulo Cognitivo. Quando temos um Ambiente Cognitivo […]

Read Full Post »

Aposto que quando analisarmos melhor e deixarmos o século XX mais distante, veremos que ele vai se aproximar cada vez mais do fim da Idade Média. Em plena época que chamamos de “modernidade” tivemos o retorno da oralidade como principal meio de transmissão de ideias. A oralidade, como vimos, incentiva em muito o emocional diante […]

Read Full Post »

1) Todo ambiente está em movimento, seguido de mudanças mais ou menos radicais e períodos de aparente equilíbrio; 2) O papel do método é estudar o ambiente, os momentos de equilíbrio, as forças que provocam mudanças e seus diferentes contextos; 3) Comece o estudo por dedicar o papel de cada força e a relação entre […]

Read Full Post »

Vamos pegar Descartes. E colocá-lo como chamei aqui de Restaurador Filosófico pós-ditadura Cognitiva do fim da Idade Média. A frase Penso, logo existo tem muitas interpretações, mas vou dar mais uma baseado na leitura da Antropologia Cognitiva. Note que Descartes vive em um contexto pós Era Cognitiva Oral. A oralidade era a ferramenta da Igreja […]

Read Full Post »

Uma tentativa de apresentar um gráfico: Quem tiver dúvidas, me diga. Considero-o alto explicativo.

Read Full Post »

 A escola de Toronto é chave para entender a Internet. Nunca, na história dessa humanidade (rindo) um grupo de pesquisadores estudou as rupturas das mídias com tanta liberdade intelectual e criatividade. São meus ídolos e gurus, sugiro que os coloque também em lugar de destaque nos seus pensamentos, pois eles são fundamentais para projetar o […]

Read Full Post »

Dizem que a história se repete como farsa. Não concordo. A história tem ciclos e precisamos aprender com eles. Ela não se repete, mas determinados contextos se parecem. Pesquisadores sociais precisam identificá-los. Pandemias, crises econômicas, desempregos, revoluções sociais, revoluções cognitivas. Eles vão e vêm de forma diferente em algo e igual em outro. E tem causas e […]

Read Full Post »

Nossa percepção começa de forma primitiva. Se não fizermos nada, temos emoções primitivas que reagem primitivamente a determinadas situações sempre de forma igual. O cérebro criou traumas no processo de Domesticação Humana, quando passamos de: – Seres proto-sociais, sem cultura, sem capacidade de viver em sociedade; –  Para seres sociais, com cultura, para viver em […]

Read Full Post »

Conhecer é se auto-conhecer – Nepô – da safra 2011; Versão 2.1 – 30/05/14 (Se o seu objetivo é apenas fazer algo para ter o certificado, não precisa ler o texto. Ele será inútil.) Tenho recebido muitos pedidos de dicas para iniciar estudos para mestrado/doutorado e vou tentar resumir aqui o que acho fundamental, a […]

Read Full Post »

Uma teoria é uma ferramenta. (Quem não pensa assim não faz ciência, mas arte.) A teoria identifica forças em contextos. As teorias balizam as metodologias que organizam as forças e os contextos para atuar na sociedade. Uma boa metodologia é aquela que tem uma boa teoria. Uma teoria começa a ficar caduca quando as forças […]

Read Full Post »

Hoje, sexta, 30/05/14, abrimos com chave de ouro a semana sobre Percepção e Realidade no Clube do Nepô para Difusão e Implantação da nova Governança. Veja abaixo: O maior problema que temos nesse aspecto, que diria que é o passo 1 do problema de todo  Agente de Implantação da Nova Governança Digital é um trabalho […]

Read Full Post »

O século XXI vai dar um nó na cabeça de muita gente. E o motivo é simples: a maneira que pensamos até aqui estava baseada em forças motoras de mudanças sociais equivocadas. Note que os atuais modelos sejam liberais ou anti-liberais geraram centralização, vide capitalismo e comunismo decadentes. O que rege o mundo, pasmem, são […]

Read Full Post »

Cuidado! O mercado é irracional e cria termos e conceitos irracionais. Cabe às teorias dar consistência ou rejeitá-los. No Brasilianês claro: temos que evitar que o rabo balance o cachorro!!! Teoria são produtoras de metodologia. (Assim como filosofias são produtoras de teorias) Como assim? Teorias procura criar analisar as forças para criar formas de lidar […]

Read Full Post »

Se quiser entender o futuro olhe para um formigueiro. As formigas se comunicam sem se falar. Trocam cheiro. Motivo:, não têm tempo para falar. É muita formiga ao mesmo tempo em vários lugares. As decisões têm que ser rápidas. Ao mesmo tempo que trabalham deixam rastros. É uma simbiose entre o fazer-comunicar. Não há separação. […]

Read Full Post »

Veja como podemos descrever o que ocorre nas Plataformas em termos de Colaboração: Há dois tipos de Colaboração: – A Humana – que é feita por seres humanos com dois tipos: Voluntária – aquela que há um esforço consciente, maior ou menor, tal como curtir, dar estrelas ou deixar um comentário; Involuntária – aquela que […]

Read Full Post »

Vimos que temos Plataformas Digitais Colaborativas e agora vamos detalhar a sua anatomia operacional.   Gestor – é aquele que controla e define os parâmetros do Algoritmos; Algoritmos – sequência de procedimentos que serão feitos, a partir da colaboração; Colaboração – dados que entram na Plataforma que define a colaboração voluntária e involuntária dos usuários […]

Read Full Post »

Nos canais Cognitivos Coletivos, temos o seguinte perfil:   O que define um canal é o propósito para que foi criado: Canal Cognitivo Coletivo de Ação – criado para produzir uma determinada ação, que visa a produção ou distribuição de um dado produto ou serviço. Canais de venda de comida japonesa no Facebook. (Quando só existe […]

Read Full Post »

Na Anatomia da Comunicação Digital temos, por fim, os canais cognitivos, que só aparecem nas Plataformas Colaborativas:   Temos dois tipos de Canais: Canais Cognitivos Individuais – nos quais apenas um usuário pode incluir e excluir conteúdo. EX: Canal individual do Youtube, Linha do tempo do Facebook, Canal individual do Twitter; Canais Cognitivos Coletivos – nos […]

Read Full Post »

Diante do que estamos vendo neste e-book, podemos aplicar o seguinte modelo à Comunicação Digital. Aqui temos o seguinte: – Os códigos digitais – definem de que tipo de plataforma estamos falando. Se há código digital é uma plataforma digital e vice-versa; – As Plataformas Digitais se dividem em três grupos: – As não colaborativas […]

Read Full Post »

Há uma relação da Comunicação Humana com a Governança e desta com a Demografia. O aumento demográfico força mudanças no Ambiente Cognitivo na sociedade e este, por sua vez, permite que se estabeleça um novo modelo de Governança. A saber:   Note que temos limites de Complexidade Demográfica x Ambiente Cognitivo x Governança. A regra […]

Read Full Post »

Evoluindo o trabalho, introduzimos agora a variável Governança da Espécie, a partir dos modelos de comunicação que são possíveis em cada Era Cognitiva. Comentários: Uma Governança não descarta os outros meios de circulação de ideias, mas os incorpora, modifica e introduzi novos códigos; Só podemos dizer que uma nova Governança é possível, quando temos um […]

Read Full Post »

Vejamos a aplicação dos conceitos defendidos aqui na história: Note que por esta lógica temos algumas novidades. O Rádio e a Televisão não inauguram um código novo, mas RESGATAM a oralidade, fazendo uma espécie de Revival Oral, só que agora de forma RADICALMENTE vertical, o que explica o motivo da Ditadura Cognitiva do século passado. […]

Read Full Post »

A partir da Internet e toda a confusão que se estabelece entre diferentes níveis de instâncias que ocorre a Comunicação Humana, é preciso reconceituar a sua anatomia.   Os códigos cognitivos – o conjunto de códigos que são criados para que as ideias circulem nas Plataformas Cognitivas, que são a estrutura física, por onde os códigos […]

Read Full Post »

Há um grave problema civilizatório na maneira que analisamos a realidade de maneira geral. Nós perdemos o viés filosófico, pós Ditadura Cognitiva Global. Grudamos o problema no “eu” e deixamos de ver a percepção. É uma maneira de ver egoica completamente intoxicada de emoções e pouca lógica. Note que estamos vivendo hoje o seguinte fenômeno, […]

Read Full Post »

Podemos dizer que temos: O fazedor – nos canais de ação; O pensador – nos canais de conhecimento; O articulador – nos canais de relacionamento. E acredito que estes três devem trabalhar em sinergia. Há necessidade humana para que isso ocorra e gente que se sentirá melhor em cada um destes perfis, que pode mudar, […]

Read Full Post »

Bom, estamos criando cada vez mais redes sociais com apoio digital. E precisamos pensar em vários tipos de redes que existem. Do projeto que fiz com o pessoal da Petrobras há alguns anos, chegamos a seguinte conclusão: Uma rede se estrutura e pode ser classificada, a partir do seu objetivo. As redes tem três pilares […]

Read Full Post »

Há uma relação entre Deus e o ambiente cognitivo. Quanto mais habitantes, tivermos na terra, mais teremos que assumir decisões, criando Ambientes Cognitivos mais sofisticados para isso. E quando assumimos decisões, reduzimos o espaço para o imponderável, para aquilo que não podemos fazer. E Deus, assim, fica mais etéreo, mais espiritual. Temos três modelos de […]

Read Full Post »

Vimos aqui os três tipos de rede. Uma rede humana, que agora migra muito para o digital, precisa de um propósito que a mantenha. Um objetivo que tem que ser adequado ao modelo da rede e vice-versa. Uma rede de ação precisa entregar coisas; Uma rede de conhecimento precisa mudar ou reafirmar percepções, aumentando o […]

Read Full Post »

A ideia do capitalismo, enquanto ideia, vem inspirada nos ideais da Revolução Francesa, de 1800. Liberdade, igualdade e fraternidade. Porém, da ideia à prática, temos um fosso. E esse fosso se torna cada vez maior com a concentração das oportunidades. E isso pode colocar na conta da forte contração das ideias do século passado, que […]

Read Full Post »

O que seria a verdade? Verdade é algo provisório. É a tentativa de ponte entre o que percebemos e a realidade. Sim, cada um tem a sua verdade no trilho, desde que o trem não passe por cima. 🙂 Ou seja, se todo mundo está dizendo a verdade, com certeza, tem alguém mentindo. O que […]

Read Full Post »

Quando imaginamos a academia é preciso voltar no tempo. Lá atrás, em um tempo distante, surgiu um dado problema difícil, complexo, que causava sofrimento, que a tribo não conseguia resolver. Naquele momento, se chamava um ancião e/ou um conselho de anciões para se debruçar sobre ele. Este é o germe da academia: um espaço na […]

Read Full Post »

Veja o detalhamento desta discussão neste áudio:

Read Full Post »

Resumo do que tenho visto, a partir do projeto Iplan:  

Read Full Post »

Assistiremos nas próximas décadas o declínio da carteira assinada em nome de micro-empresas individuais, de pessoas, ou grupo de pessoas, que trabalharão em rede. O modelo que mais se aproxima do que prevejo é o do Mercado Livre ou da Estante Virtual. Serão prestadores de serviços que atenderão aos consumidores, formando redes de atendimento, sob […]

Read Full Post »

O mercado sente muito, mas pensa pouco. Não tem tempo. É pressão o tempo todo. Quando há algo meio estranho ou novo, aparece uma nova metodologia, que todo mundo adere. Ora por que o concorrente aderiu, ora por que tem gente na organização que pede novidade. O problema é que as teorias foram feitas para […]

Read Full Post »

A invenção da República foi seguida de  uma intensa alfabetização da população. Saímos, desde o século XV,  de um mundo oral centralizado na doutrina da Igreja para um mais sofisticado, no qual as pessoas passaram a ler mais para poder escolher melhor seus representantes. A República é filha do papel  impresso. Quem lê, tende a […]

Read Full Post »

“Os filósofos limitam-se a pensar o mundo, mas o que importa é transformá-lo” – Marx; Andei pensando sobre as ideias de Marx. Acredito que o ser humano pode ter três instâncias para pensar e atuar no mundo: – a filosofia – que é algo mais amplo e influencia as teorias; – a teoria – que […]

Read Full Post »

O grande problema de toda a sociedade humana é: – escolher líderes que tenham mérito ajudando-nos a pensar melhor e agir e, em alguns casos, decidir; – ser capaz de mudá-los quando deixam de nos representar. Esta é a base da representação. Podemos ver que vivemos na Governança Oral-Escrita – lideranças baseadas na hereditariedade, escolha […]

Read Full Post »

(A partir deste vídeo sobre formigas) A nova Governança Digital objetiva algo sofisticado: reduzir o poder de decisão do centro e dividir com as pontas. Isso só é possível hoje em dia com pouca gente ou com mais, mas em um processo lento e caro. Quando se aumenta o número de pessoas para serem ouvidas […]

Read Full Post »

Você não é capaz de saber tudo sobre um problema. Problemas são como água: “inseguráveis”. Assim, você resolve um dado problema com a sua capacidade de percepção intelectual histórica, da hora. Ou seja, com tudo que recebeu e conseguiu processar. Assim, sua capacidade de pensar e agir é a do dia. A melhor possível, só […]

Read Full Post »

Vamos a elas: Ambiente cognitivo – que define qual o “molde” que nosso cérebro trabalha com alterações a partir de diferentes tecnologias cognitivas, que podem promover a contração e a expansão; Modelo mental – condicionado pelo ambiente cognitivo; Filosofia – condicionada pelo modelo mental; Teoria – condicionada pela filosofia: Metodologia – condicionada pela teoria; Ferramentas […]

Read Full Post »

Conceitos visam expressar fenômenos, reduzindo-os para facilitar, ao ponto de não torná-los sem sentido. A arte de produzir um bom conceito é dizer o máximo no mínimo. Conceitos giram em torno de uma teoria maior. São parafusos que a sustentam. Há, assim, uma harmonia necessária entre o fenômeno maior e seus parafusos particulares. “Rastros digitais”, […]

Read Full Post »

Um dos grandes problemas teóricos hoje em dia é que determinados conceitos precisam vender e se “desteorizar” para ganhar vida fora do laboratório. Isso exige cuidado, pois o que mais existe hoje é conceito que vende sem uma teoria consistente por trás. Portanto, é preciso tentar fazer uma ponte entre o conceito – mercado – […]

Read Full Post »

A Democracia atual foi criada em 1800, com as revoluções liberais, possibilitadas e condicionadas pelo novo Ambiente Cognitivo do papel impresso, iniciado em 1450, com a chegada da Prensa. A ideia era a de: Sai o nobre e entra o parlamentar; Sai o rei, entra o primeiro ministro ou o presidente. Show de bola! De […]

Read Full Post »

Quando falamos em Governança da Espécie temos que entender que existem formas mais sofisticadas de tomada de decisão por mais gente. Que seria decisões de melhor qualidade em função do aumento de diversidade. Toda decisão tem um custo, pois implica em tempo e dinheiro para se ouvir mais gente. Hoje, a Governança Oral-Escrita Impressa -Eletrônica […]

Read Full Post »

A Revolução Cognitiva do Papel Impresso teve a seguinte divisão: Século XV – surgimento da prensa e início da expansão; Séculos XVI, XVII – massificação e movimentos de concepção da nova governança; Século XVIII – implantação da nova governança em algumas regiões; Século XIX – consolidação. O Século XX já é marcado por um século […]

Read Full Post »

Complementando o post anterior, estou tentando traçar perfis de inovação. Trabalhei lá na relação esforço de energia e resposta. Agora, temos, independente se a pessoa é portador de pró-atividade, reatividade ou inatividade, temos outro definidor, que é algo mais do histórico do temperamento. E acho que podemos dividir grosso modo em dois: Filosóficos – o por quê […]

Read Full Post »

O significado individual, aquilo que só nós podemos dar ao mundo, é o que nos acalma e tranquiliza, pois é a única forma, a meu ver, de acordar na segunda-feira com vontade de sair para a rua e chegar na sexta sem a vontade de encher a cara. O que queremos como humanos? Freud apostava […]

Read Full Post »

Conversando com o Alexander Rodrigues, ele questionou o modelo das Eras Cognitivas estar colocado deitado e não em pé, como um Espiral. Ontem, em sala de aula o tema voltou, a partir de um questionamento de um aluno mais reticente às mudanças, que sempre dizia que “desse jeito vamos voltar para o mesmo”. E isso […]

Read Full Post »

Não é possível mais que as organizações se comuniquem com a sociedade apenas usando a escrita e a voz, através de perguntas e respostas, nos ineficientes call-centers, que não param de crescer, mas não dão conta do que se REALMENTE quer, irritando cada vez mais a sociedade. Este artigo apresenta bem os sintomas, sem apontar […]

Read Full Post »

Vou estar ministrando duas aulas no curso Aperfeiçoamento Big Data Estratégico Web Intelligence e Analítica de Dados do Crie/UFRJ. Segue abaixo a ementa das aulas: Módulo 01 – Governança da Espécie 3.0: visão teórica: O que é uma Revolução Cognitiva? Quando ocorreram na história? Quais as consequências para a sociedade e os negócios? Qual a relação das Revoluções […]

Read Full Post »

Older Posts »